Na quinta-feira (25), o ministro Vinicius Lages e os operadores de viagem se encontram no café para um bate-papo

Representantes de hotéis, operadoras, agências de turismo e consumidores vão se encontrar no Café Brasil, um espaço criado pelo MTur para integrar os diversos setores da 42ª Abav Expo. A ideia é criar um ambiente agradável onde as pessoas possam se encontrar, conversar e fazer negócios – enquanto apreciam um café especial.  

Na quinta-feira (25), o ministro Vinicius Lages e os operadores de viagem se encontram no café para um bate-papo. Enquanto debatem o setor, podem experimentar os cafés das fazendas Terra Nova, Palmeira e Califórnia (PR), que integram a rota dos cafés do Paraná. E ainda degustar um pão de queijo mineiro e os grãos especiais da região da Serra da Mantiqueira (MG), produzidos pela fazenda Pedra Redonda, no município de Arapongas, no sul do estado. 

O espaço de 55 metros quadrados está localizado na área da Associação Brasileira das Operadoras de Viagem (Braztoa) e será aberto ao público. O café ainda poderá ser acompanhado de outros quitutes.

O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo e o Norte do Paraná compõe o conjunto das principais regiões produtoras do país. Em maio de 2012, o Norte Pioneiro do Paraná consolidou-se como região produtora de cafés especiais do Brasil, por meio da Indicação Geográfica de Procedência.

 

Saiba mais sobre os cafés especiais:

- fruto 100% arábica

- recebem cuidados especiais, desde a muda, o plantio, a colheita, o beneficiamento até a armazenagem

- a planta deve ser mais nutrida e cultivada sob condições ideais

- o fruto deve ser colhido maduro, conhecido com “café cereja”

- os grãos são mais perfeitos, com o mínimo de defeitos

- o tamanho, chamado de peneira, é maior que 16

- sua nota, na escala da qualidade do padrão da SCAA (Specialty Coffee Association of America), deve ter acima de 80 pontos

- É uma bebida equilibrada com acidez, doçura, amargor e corpo na medida certa

 

 

Siga-nos