A partir de 19 de junho, Maura Leão responde como nova presidente da Belta e ao seu lado estarão os diretores Marcelo Albuquerque (Financeiro), Allan Mitelmão (Operações) e Neila Chammas (Relações Institucionais).

 

A Belta dá as boas vindas aos novos membros da diretoria eleitos em 19 de maio de 2015 e cuja gestão vai até maio de 2018

O Conselho Fiscal será formado por Carla Amaral, Derci Jardim e Paula Camargo e o Comitê de Ética por Thiago España, Ana Beatriz Faulhaber e Marcio Dourado. Carlos Robles, presidente da Belta na última gestão (junho de 2013 a maio de 2015) assumirá o cargo de conselheiro emérito da Diretoria.

Robles parabeniza a nova diretoria e diz que a associação é feita por seus membros depende da contribuição de cada um para seu fortalecimento. 

“Nos últimos três anos fui o maestro de uma orquestra sincronizada que tocou grandes sinfonias. Um novo time vem a bordo e estou certo de que a atuação dessa equipe tornará a Belta uma associação ainda maior. Parabéns à nova diretoria”, disse Carlos Robles.

Com a entrada de Maura Leão o projeto de fortalecer o Selo Belta será mantido, assim como o crescimento do mercado de intercâmbio junto aos associados. “As agências com o Selo Belta são conhecidas pelo trabalho de altíssima qualidade e nos próximos anos esperamos que esse trabalho seja ainda mais reconhecido por brasileiros que buscam oportunidade para estudar no exterior”, diz Maura Leão.

Leão já presidiu a entidade de 2009 a 2012, e sob seu comando a Belta recebeu por duas vezes o prêmio STM Awards, considerado o Oscar do setor.

(A Belta tem cinco prêmios STM Awards, o que a colocou no Hall da Fama do turismo e conferiu o direito de não concorrendo mais nas próximas edições da STM Awards, podendo ostentar para sempre o selo STM Star Awards Super Star).

Quem recebeu o quinto e definitivo prêmio STM Awards foi Robles, em setembro de 2012. Robles ainda colaborou para que a Belta ganhasse mais espaço e visibilidade no segmento de viagens e estava à frente da associação em 2014, quando a Belta tornou-se  associada congênere da ABAV (Associação Brasileira de Agências de Viagem), momento em que passou a atuar em conjunto com mais quatro associações brasileiras de turismo para o fortalecimento do setor de viagens no Brasil.

“A Belta cresceu não apenas no cenário internacional, mas também no Brasil, atraindo a atenção da mídia especializada muito por causa do novo Selo Belta, dado a agências que atuam com qualidade e ética”, disse Robles.

A Belta deseja boa sorte à nova diretoria e que todos os desafios sejam superados com trabalho, empenho e energia positiva.

 

Siga-nos