Aplicativo proporciona uma experiência completa no planejamento da viagem: da escolha do destino ao compartilhamento de boas memórias

 

(Assessoria de Imprensa)

A trajetória com mais de 20 anos de experiência no setor de turismo permitiu à empreendedora Renata Franco criar a startup PINGUIM, uma comunidade digital com 40 mil viajantes de todas as regiões do Brasil inscritos. A iniciativa inovadora utiliza inteligência artificial para conectar pessoas com preferências similares no roteiro escolhido. O usuário do aplicativo preenche um cadastro com uma série de informações, como interesses pessoais e estilo de vida. A plataforma identifica perfis semelhantes, destinos e datas de viagem em comum, permitindo a interação entre os viajantes.

"Durante uma conversa entre amigas, algumas disseram já ter deixado de viajar por falta de companhia. Nem sempre é possível combinar as férias para um mesmo período ou lugar. Identifiquei nisso uma oportunidade para oferecer soluções práticas e conectar pessoas com os mesmos objetivos, em um único ambiente virtual. Assim surgiu a ideia de criar o PINGUIM", diz Renata Franco, executiva e idealizadora do PINGUIM.

Outra funcionalidade é uma área de compras exclusiva, onde é possível contratar um pacote turístico diretamente com agências e operadoras, além de encontrar dicas de lugares para conhecer. O PINGUIM disponibiliza aos agentes turísticos o acesso para a base de leads qualificados com potenciais clientes, para a divulgação de anúncios e promoções, o que amplia as possibilidades de novos negócios e reforça a parceria com os operadores.

Hoje, já são mais de mil mensagens trocadas via plataforma ao dia. "Com o avanço da vacinação, o turismo começa a ser retomado nos próximos meses. O mercado interno de lazer pode ser uma boa opção, caso a pessoa queira evitar um longo deslocamento aéreo e preferir um trajeto com o carro. Existem destinos regionais fantásticos, como Ilha Bela e Campos do Jordão, em São Paulo; Búzios, Arraial do Cabo e Paraty, no Rio de Janeiro; Capitólio e cidades históricas, em Minas Gerais. Esses estão entre os locais mais procurados dentro do aplicativo", explica .

A forma como o negócio se adapta à mudança cultural necessária em meio à crise é um fator determinante para o sucesso das operações da startup. Investimento em tecnologia, desenvolvimento de ferramentas de autosserviço e diversidade nos roteiros ofertados são aspectos que tornam o PINGUIM referência para planejar uma viagem.

"Queremos facilitar o contato entre as pessoas e estimular o retorno desse setor tão importante para a economia brasileira. A tendência é que as viagens se tornem mais curtas e próximas aos grandes centros, em ambientes de natureza, que tragam bem-estar e equilíbrio em meio ao stress destes anos intensos", finaliza Renata.



Sobre o Pinguim

Criado em 2019 pela empreendedora Renata Franco, o Pinguim é uma startup focada em viagens e está posicionada no segmento como uma Social Travel Network. No app, pessoas podem buscar companhias para suas viagens e criar experiências únicas. Através da inteligência artificial, o Pinguim interpreta a necessidade e desejos do usuário, apontando o destino ideal para cada perfil de viajante, de acordo com interesses pessoais e estilo de vida. As sugestões de viagem têm um match perfeito com as ofertas disponibilizada pelas agências e operadoras de turismo parceiras no marketplace do app.

Siga-nos