Evento deve acontecer em maio e espera reunir autoridades e representantes de órgãos de combate à exploração sexual para debater o assunto
Sérgio Nery, Brasília

A exploração sexual no turismo é um tema bastante discutido pelo trade turístico nacional e existem diversas ações, como o TSI (Turismo Sustentável e Infância) programa do MTur, que existem para combater essa prática nociva à atividade.

Atenta a esta realidade, a CTD (Comissão de Turismo e Desporto) da Câmara dos Deputados pretende realizar, no mês de maio, um seminário para trabalhar o assunto e possíveis ações para combater o chamado “turismo sexual” - terminologia que não deve ser utilizada, já que essa prática não representa um segmento da atividade turística.

A proposta inicial do deputado Benjamin Maranhão (PMDB/PB) era a realização de uma audiência publica para debater o tema. Entretanto, o presidente da CTD, deputado Jonas Donizete (PSB/SP) sugeriu a realização do seminário, devido ao grande numero de participantes sugeridos pelos parlamentares.

Serão convidados para o evento o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o presidente da Embratur, Mário Moysés, a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário Nunes, além de secretários de turismo dos estados mais afetados pela prática, como Bismark Maia, do Estado do Ceará.

Segundo Benjamin Maranhão, o debate será importante já que a exploração sexual prejudica o setor. “É preciso ficar atento a essas organizações criminosas que exploram mulheres e crianças e também a essas pessoas que se travestem de turistas”, defende.

O presidente da comissão pensa de forma parecida e espera que o seminário seja útil para esmiuçar esse tema, que é bastante rico. “Além de coibir a prática é preciso punir os infratores”, completa Donizete.  O evento deverá ser realizado em conjunto com a Comissão de Direitos Humanos que trata também desse tema constantemente.

Siga-nos