Formatura teve a presença da ministra-chefe da Casa Civil, Gleise Hoffman, e do ministro do Turismo, Gastão Vieira

 

Dois mil alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no Paraná, receberam nesta sexta-feira (29) o certificado de conclusão em cursos na área de prestação de serviços, visando a Copa do Mundo. Entre eles estão o de organizador de eventos; agente de informação turística, auxiliares de cozinha e inglês aplicado a serviços turísticos.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, destacou que o Pronatec supre mais uma deficiência do país com a formação de profissionais para o atendimento e prestação de serviços. “É de responsabilidade das pessoas que estão se formando agora, o bom atendimento aos turistas, para que eles se sintam bem e queiram voltar novamente ao Brasil”, disse o ministro.

Já a ministra-chefe da Casa Civil falou sobre a preparação dessas pessoas para o mercado de trabalho. Lembrou ainda do esforço pessoal do ministro Gastão Vieira para que as ações do Pronatec fossem bem sucedidas. “A economia do país precisa de profissionais qualificados”, falou.

O Pronatec é um programa do governo federal criado em 2011 com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a educação profissional e tecnológica, com a meta de ofertar 8 milhões de vagas até 2014. Desde o lançamento, aproximadamente 4,6 milhões de brasileiros tiveram a oportunidade de fazer cursos técnicos e de formação inicial e continuada (FIC).

A cerimônia de formatura foi realizada no Restaurante Madalosso, em Curitiba, e teve a presença de representantes do sistema Senac e Senai, entre outras autoridades.

No Paraná, o Senac é que oferta o Pronatec demandado por onze ministérios: Ministério da Educação, gestor do programa; Ministério do Trabalho e Emprego; Ministério do Turismo; Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; Ministério da Defesa; Ministério da Justiça; Ministério da Previdência Social; Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio; Ministério das Comunicações; Ministério da Cultura e Ministério da Integração Social.

Siga-nos