Beneficiados com bolsas do Ministério do Turismo e Capes, estudantes brasileiros aprendem sobre empreendedorismo, culinária portuguesa e visitam resort  

 

Após um mês de intercâmbio em Portugal, os estudantes selecionados pelo Ministério do Turismo e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes para o curso de Hotelaria e   de Setúbal relatam a experiência no país europeu.

Os estudantes visitaram Tróia, uma península próxima à Setúbal, onde puderam conhecer a organização de um resort cinco estrelas. Na capital Lisboa, visitaram a escola de hotelaria de Lisboa, onde assistiram palestras sobre empreendedorismo.

O estudante Nicolas Nering, do Paraná, disse que aprendeu em Portugal um novo modelo de gestão do turismo. Já Leonardo Tobias, do Rio de Janeiro, afirmou que aprendeu a preparar pratos tradicionais com a ajuda de chefs de cozinha, como o arroz doce, o bacalhau e a empada de frango. “O modo e o comprometimento que os portugueses tem com o turismo e a preparação é muito eficiente”, afirmou.

O chefe da assessoria de Relações Internacionais, Acir Pimenta Filho, afirma que após a experiência em Portugal os estudantes deverão enviar à Capes um relatório das atividades realizadas no intercâmbio.

Os jovens ficam até fevereiro, quando devem retornar ao Brasil e para seus cursos de graduação de origem onde poderão compartilhar experiências com outros estudantes. 

Siga-nos