Projeto posiciona a Barra e região como um novo destino turístico

No último domingo (02/08), 18 operadores do receptivo internacional receberam o certificado pela participação no II ProCap Barra, Recreio e Vargens. Durante quatro dias, esses profissionais participaram de um roteiro exclusivo por pontos turísticos da região e conheceram de perto o novo destino a ser comercializado junto aos principais mercados internacionais na América Latina, Europa e EUA. A ação é uma parceria da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio (ABIH-RJ) e do Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB) e conta com o apoio da Secretaria de Turismo do Rio de Janeiro e Riotur. 

O encerramento do projeto foi realizado no Novotel Barra, com um workshop no qual cerca de 20 empresas parceiras da região, como shoppings, restaurantes, espaços culturais e hotéis, apresentaram as suas estruturas, serviços e tarifários aos operadores, realizando negociações e desenvolvendo pacotes especiais.

“Programas como o ProCap, aliados à oportuna e positiva exposição que as Olimpíadas proporcionarão à região, devem ser priorizados para posicionar a Barra no mercado turístico internacional. Ainda mais em uma área que está em constante crescimento hoteleiro e que dependerá de ações como essas para manter a boa ocupação pós-olimpíadas”, explica Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ.

Para Tereza Heleney, da agência Havas Creative Tour, localizada em Copacabana, a iniciativa do ProCap é muito interessante. “Essa ação reuniu, além de hospedagem, vários fornecedores, o que torna mais fácil para uma compreensão melhor do produto como um todo e não em partes isoladas. Além disso, a troca de ideias e experiências foi fundamental. Todo mundo falando a mesma língua é um facilitador”, afirma a operadora e uma das participantes do programa.

Questionado sobre o que havia gostado mais na programação, o português Nuno Pires, da Abreu Tour DMC, que trabalha há seis anos com no receptivo turístico do Rio, foi enfático ao dizer que o engajamento entre os operadores possibilitará uma união de forças para a região. “Um produto como a Barra, que durante anos abrigava congressos, meetings, e dar uma nova perspectiva de lazer, de incentivo, só tem a agregar ainda mais”, comenta Nuno.

Siga-nos