Reputada como a maior instituição educacional do mundo em aviação, a Embry-Riddle já estabelece parcerias com escolas do país, a exemplo do curso de Fatores Humanos em Aviação

O dramático aumento da demanda por qualificação profissional em aviação na América Latina, e também no Brasil, impulsiona a abertura do primeiro escritório da Embry-Riddle Aeronautical University (ERAU) no país. Reputada como a maior instituição educacional do mundo em aviação, a Embry-Riddle já estabelece parcerias com escolas do país, a exemplo do curso de Fatores Humanos em Aviação realizado em conjunto com a PUC-RS. A entidade também será responsável por validar as informações do Anuário Brasileiro da Capacitação Técnica da Aeronáutica e por preparar o projeto da primeira Universidade do Ar e do Aeroporto-Escola, ambos desenvolvidos em conjunto com a C-FLY Aviation.

Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), na última década, o Brasil deu um salto de 194% na demanda interna e, mesmo diante da crise econômica, a expectativa é que se torne, em 2017, a terceira maior malha aérea do planeta. Os números são referendados pela Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG), que prevê crescimento de 109% no transporte de passageiros e de 58% no de cargas em cinco anos. Para o presidente da Embry-Riddle, Dr. John Wratet, a vinda da universidade ocorre para apoiar o Brasil a manter a solidez que conquista como um dos maiores mercados do mundo e que, hoje, emprega cerca de 1,2 milhões de pessoas. “Nós queremos fazer parte do apoio chave para treinamento e educação para os 600 mil novos profissionais que este setor líder irá precisar”.

O anúncio do retorno foi oficializado pelos representantes da instituição norte-americana durante almoço realizado com autoridades, parceiros, convidados e jornalistas na abertura da edição deste ano da Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (Labace), na terça, 11, na capital paulista.  Com o estabelecimento do novo escritório nos próximos meses em São Paulo -SP, a Embry-Riddle refaz sua conexão com o Brasil após setenta anos. Entre 1943 e 1946, o co-fundador John Paul Riddle ajudou a organizar a Escola Técnica de Aviação (ETAv) no bairro da Mooca, na capital paulista, por meio do modelo já aplicado na escola. Fundada em 1925, oferece cerca de 75 cursos de graduação, pós, mestrado e doutorado voltados para aviação e aeronáutica.

Siga-nos