AIESEC Brasil, maior organização estudantil do mundo, revela que 60% dos seus intercâmbios profissionais são de jovens interessados ingressar no país  

A crise econômica não é um impedimento para estrangeiros que querem fazer intercâmbio no Brasil. Segundo dados da AIESEC organização sem fins lucrativos, reconhecida pela UNESCO como a maior organização gerida por jovens – a organização realizou em 2014 mais de três mil intercâmbios profissionais, modalidade que tem como objetivo oferecer experiências de gestão, trabalho em equipe e vivência internacional - sendo que 60% deles eram estrangeiros procurando o Brasil para fazer intercambio enquanto 40% dos jovens brasileiros partem para outros países em busca dessa mesma prática.

As vagas são para jovens que querem ter um papel ativo na construção da sociedade, em organizações que buscam perfis empreendedores, visão global e comportamento proativo entre seus colaboradores. As principais atividades são nas áreas de Negócios Internacionais, Tecnologia da Informação, Gestão, Turismo, Engenharia e Projetos sociais. “Trabalhamos com jovens de 18 a 30 anos que estão na universidade ou que sejam recém-formados, até dois anos. São pessoas preocupadas com seu papel na sociedade e movidas pela mudança e por experiências desafiadoras”, diz  Carolina Araújo, Diretora de Relações Públicas da AIESEC no Brasil.

Os lugares mais escolhidos entre os estrangeiros são Salvador, Curitiba, São Paulo Porto Alegre e Belo Horizonte, Já para brasileiros o programa oferece estágios em países como Alemanha, Turquia, Colômbia, Canadá, Polônia, Estados Unidos, Índia, México e Rússia e tem duração prevista de 45 dias a 12 meses.

Ao realizar este tipo de intercâmbio, o jovem poderá exercer atividades remuneradas dentro de grandes empresas ou Startups e, com isso, ganhar uma bagagem cultural ampliada e a oportunidade de desenvolver-se profissionalmente. O intercambista fica responsável pelos custos da passagem e documentação como passaporte, visto e seguro viagem. A AIESEC oferece todo o suporte para a criação do currículo internacional, entrevistas e negociações com as vagas, suporte na adaptação e auxilio na busca por acomodação.  E é válido para universitários de qualquer instituição de ensino.

Para participar, basta preencher uma ficha no site da AIESEC e aguardar o contato de um membro da organização que irá instruir o candidato. O prazo que o aluno leva do momento da inscrição até a realização do intercâmbio, pode variar entre dois e três meses, dependendo do tipo de estágio e do país. Primeiro é realizada uma entrevista e, se ele não tiver visto e passaporte, será necessário providenciar. O processo de seleção, preparação cultural e suporte à obtenção do visto é realizado pela AIESEC.

Siga-nos