Decreto vale por 20 dias, com possibilidade de prorrogação

Um dos principais paraísos naturais do Estado do Ceará, o município de Jijoca de Jericoacoara teve a entrada de turistas suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus. A decisão partiu do prefeito da cidade, Lindbergh Martins, em decreto válido a partir desta quinta-feira (19) por período inicial de 20 dias, com chance de prorrogação.

O gestor ainda informou que a medida é preventida após a cidade registrar um caso suspeito do novo coronavírus. "Deu entrada (em Jijoca) 30 turistas de São Paulo. Um casal estava febril e foi encaminhado até um hospital de Jijoca e é um caso suspeito. Então eu queria pediu a compreensão de todos, mas a partir de hoje está supensa a entrada de qualquer turista", explicou.

No documento, assinado pelo gestor, é ressaltado também que a medida atende uma solicitação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, que cobrou a paralisação de visitação pública em todas as unidades de conservação federais. Logo, Jijoca se enquadra na recomendação.

Siga-nos