Dooplace, plataforma de compartilhamento, zerou as taxas por 3 meses para impulsionar espaços comerciais ociosos após o isolamento

O isolamento social que salva vidas e é necessário para voltarmos ao mundo normal o quanto antes, já mostra os efeitos negativos que pode trazer para a economia. Com o comércio fechado, muitas demissões e um cenário nada animador para os próximos meses, os pequenos empresários começam a pensar em como salvar o seu negócio e se manter na ativa. A ordem é diminuir os prejuízos.

Além de reduzir, renegociar e refinanciar, é hora, mais do que nunca, de se reinventar. Para dar sua contribuição para o momento de recuperação, a Dooplace, startup curitibana de compartilhamento de espaços comerciais, zerou suas taxas por três meses. Isso garante geração de renda para proprietários e redução de custos de autônomos e profissionais liberais dos mais diversos setores.

O sistema da plataforma é o compartilhamento. Uma proposta acessível e sem burocracia, onde a pessoa escolhe o local mais adequado para a sua atividade, a região na qual necessita trabalhar e o período que pretende locar, podendo ser por hora, dia, semana ou mês. Sem precisar comprovar renda ou necessidade de fiador, o pagamento é feito por meio de cartão de crédito ou boleto.

Everson Gauer, diretor comercial da Dooplace, acredita que, logo após o período de isolamento, a demanda por espaços ociosos para atuação de forma rápida deve crescer. “Dentistas, cabeleireiros, psicólogos, manicures, nutricionistas, designers e profissionais de outros ramos podem reservar um espaço com a nossa plataforma, fugir de toda a burocracia e ainda economizar”.

Outro ponto que vale destacar é que os proprietários de salões de beleza, clínicas, consultórios ou salas comerciais podem compartilhar o espaço com outros profissionais e gerar uma renda extra. “Isso é crucial para garantir a liquidez do negócio, já que muitos estão parados em decorrência da pandemia. Em contrapartida, os usuários têm a possibilidade de atuar em um espaço comercial sem se preocupar com nenhum custo como água, luz, telefone, condomínio, etc. É vantagem para todos. Afinal, não é aluguel, é compartilhamento”, comenta.

Um dos grandes recursos para os empresários é, exatamente, o espaço que possuem. Uma sala, uma bancada, um escritório que pode ser utilizado por outros profissionais dispostos a pagar por hora, dia, semana ou mês. Os proprietários que desejam compartilhar e rentabilizar seus espaços podem registrar o imóvel ou parte dele na plataforma, que já conta com cadastro gratuito.

Siga-nos