Ele recebeu o prêmio de Ordem Cruzeiro do Sul, uma comenda atribuída pelo presidente do Brasil a personalidades estrangeiras que deram grande contribuição ao país

Por Gabriel Moses

Apaixonado pelo Brasil, onde adquiriu o Copacabana Palace em 1989 da família Guinle, como uma das joias da sua cadeia de hotéis de luxo , a Orient Express, hoje Belmond, o empresário britânico James Sherwood faleceu no último domingo (17) após uma breve doença não relacionada ao coronavírus. Sherwood tinha 86 anos.

Em 1965, Sherwood iniciou sua atividade empresarial ao fundar a Sea Containers, empresa pioneira em transporte de contêineres no mundo. Isso o tornou bilionário aos 40 anos de idade. Apaixonado por trens e vias, Sherwood reativou a rota do Orient Express partindo de Veneza.

Homenageado no Brasil, ele recebeu o prêmio de Ordem Cruzeiro do Sul, uma comenda atribuída pelo presidente do Brasil a personalidades estrangeiras que deram grande contribuição ao país .

O ex-diretor geral do Copacabana Palace, Philip Carruthers fez a seguinte manifestação nas redes sociais "Com tristeza comunico aos meus muitos ex-colegas e amigos do Copacabana Palace o falecimento do James Sherwood, ocorrido dia 17/05 em Londres, após uma breve doença não relacionada a Covid-19. Quem conviveu com ele, como eu e muitos outros, sabem que sem ele, o Copacabana Palace não seria o hotel que é. RIP.”

Siga-nos

 

Mais Lidos

  • Semana

  • Mês

  • Tudo