Em valor estimado de U$138 milhões tem objetivo de modernização e melhoramento no setor 

Uma missão do Banco Mundial está na Paraíba para discutir com o Governo do Estado a proposta final do financiamento no valor de U$138 milhões para Modernização, Ampliação e Melhoramento da Eficiência da Gestão Hídrica e da Prestação dos Serviços de Saneamento no Estado da Paraíba.

A melhoria da avaliação fiscal do Estado pelo Tesouro Nacional permitiu que a Paraíba tivesse capacidade de endividamento e pagamento e, assim, ter aprovada  a operação de crédito. O grupo está se reunindo na sede da Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia (Seirhmact), e ficará até sexta-feira (26) na capital.

Durante esta semana, engenheiros da Seirhmact, Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) estarão fornecendo as informações para cumprirem o cronograma estabelecido pelo Banco Mundial.  O secretário da Seirhmact explica ainda que, após a aprovação, os recursos serão destinados a diversas áreas, todas voltadas para o setor hídrico.

Para ser aprovado, o Projeto de Segurança Hídrica terá que atender condições que abrangem os aspectos econômico, financeiro, ambiental e social. A previsão de conclusão de todo o projeto é para maio de 2018. Até agosto do próximo ano, o projeto segue para aprovação do Senado Federal. Em caso de liberação, os recursos começarão a ser utilizados na Paraíba a partir de 2019.

Siga-nos