Dirigentes do setor pedem apoio ao projeto que transforma o Instituto em agência 

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, fez defesa enfática do projeto de transformação da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) em agência, que está para ser votado pela Câmara dos Deputados. Para Beltrão, o turismo deve ser defendido como atividade econômica, para gerar empregos e produzir riquezas para o Brasil. 

A burocracia e o ambiente de negócios desfavorável do País são hoje entraves maiores para o turismo do que a imagem do Brasil no exterior, mesmo em tempos em que a violência no Rio de Janeiro se destaca no noticiário. Essa é a avaliação do presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, que defende a aprovação no Congresso do projeto de lei.

 De acordo com Lummertz, em fevereiro, já houve a primeira medida que deverá aumentar o fluxo turístico no País, que é a da adoção dos vistos eletrônicos para visitantes estrangeiros.

Siga-nos