Parcerias com instituições de ensino têm o objetivo de avançar nas ações por um turismo mais inclusivo

Por Vanessa Castro (MTur)

O Ministério do Turismo acaba de concluir um dos cursos que promove especialização na Língua Brasileira de Sinais (Libras). A qualificação “Libras para atendimento ao público”, realizada em parceria com o Instituto de Educação de Rondônia (IERO/Acelibras), contou com 1.287 inscritos e foi ofertada de forma totalmente gratuita aos participantes.

Uma das alunas do curso, Stella Maris, trabalha na área de teatro e afirma que a qualificação é muito importante para promover uma cultura mais acessível. Segundo ela, o curso promovido pelo MTur em parceria com a Acelibras a incentivou a se especializar na área. “Me surpreendi positivamente. Gostei tanto que continuarei me aperfeiçoando e me qualificando no tema”, comentou.

Outra concluinte da capacitação, Tatyana Melo, é dona de uma agência de viagens que atende viajantes surdos. Segundo ela, mesmo sendo fluente em Libras, conseguiu aprender e evoluir ainda mais na linguagem depois do curso. “O curso me ajudou muito. Fico muito feliz porque pude aprender e melhorar minha habilidade, só tenho a agradecer”, disse.

Por já ter experiência na área de acessibilidade em turismo, Tatyana ressalta a importância de se promover cada vez mais cursos sobre o tema. “Este curso é muito importante, pois o turismo precisa ser acessível em Libras. O surdo precisa viajar para qualquer lugar que ele quiser, conhecer o Brasil, encontrar pessoas com quem possa se comunicar, mostrar os locais turísticos, as praias etc.”, complementou Tatyana.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, reforça que o MTur vem trabalhando para avançar em políticas de acessibilidade no turismo. “Este tema é prioridade deste governo e estamos trabalhando para transformar o turismo brasileiro em um turismo mais inclusivo. Todos têm o direito de conhecer as belezas do nosso país", comentou.

"Nosso trabalho é criar oportunidades de capacitação e qualificar o máximo de profissionais possível. Estamos sempre em busca de novas qualificações e parcerias de forma a oferecer o melhor aos trabalhadores do setor e formá-los para entregarem um turismo melhor, mais inclusivo e sustentável aos nossos viajantes", destacou o secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William França.

NOVAS PARCERIAS - Ministério do Turismo prorrogou até o próximo dia 27 de julho o prazo para que instituições de ensino públicas, privadas e do Sistema S se tornem parceiras da Pasta na oferta de cursos de capacitação para o setor turístico. As interessadas deverão ter em sua plataforma formações em idiomas estrangeiros, Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e boas práticas em questões associadas à biossegurança. Para se inscrever e ver o edital, clique aqui.

Siga-nos