Plataforma permite que cidadãos no exterior encontrem advogados para auxiliá-los em diversas áreas


Sejam estudantes, trabalhadores ou investidores, os perfis de brasileiros residindo em Portugal está cada vez mais variado e extenso. Em uma pesquisa realizada pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), desde 2018 o número de indivíduos nessa situação vem crescendo e, em 2021 atingiu o seu recorde com 209.072 pessoas, o que representa um aumento de 13,6% em relação a 2020. Também é importante ressaltar que o número correspondente ao real é ainda maior se for levado em consideração que brasileiros com dupla cidadania e habitantes com situação irregular não foram contabilizados na pesquisa.

O FOL está em constante atualização, analisamos o mercado como um todo, identificamos qual nicho necessita da nossa atenção e atuamos diretamente nele visando sempre suprir as demandas existentes. Explica a CEO & Founder da plataforma Find Out Lawyers, Patricia Lacerda.

Patricia acredita que é através de parcerias com associações internacionais que conseguirá aumentar a notoriedade da startup em países com grandes demandas, como Portugal. Já estão confirmadas duas instituições que foram selecionadas pela CEO para integrar o quadro de parceiros: o Instituto Brasil-Portugal de Direito (IBDP) e a Câmara Portuguesa do Rio de Janeiro (CPCI-RJ).

“Parcerias onde estabelecemos uma relação ganha-ganha é o melhor dos cenários e são justamente essas que queremos trazer para nossos associados. Nosso intuito é oferecer para os inscritos no FOL, serviços que agreguem cada vez mais para o desempenho de suas atividades. A formalização das parcerias com o IBPD e com a CPCI-RJ vão ao encontro com os nossos interesses, com fins a promover uma assistência jurídica cada vez mais globalizada e especializada”. Afirma a empresária.

O Find Out Lawyers é a primeira e única plataforma de conexão de advogados pelo mundo. Sendo responsável por suprir uma necessidade que precisava urgentemente de preenchimento. A fundadora da empresa e atuante no mercado jurídico internacional, Patricia Lacerda, viu, em suas demandas diárias, um mercado que requer auxílio através de diversas questões como homologação de sentença, abertura de empresa, cidadania, compra e venda de imóveis. “Uma demanda enorme de advogados necessitando de correspondentes em todos os lugares do mundo, além de cidadãos brasileiros e de outras nacionalidades requerendo por apoio jurídico no Brasil e de brasileiros com demandas além fronteiras nacionais.” Explica a CEO & Founder da startup.

A Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro objetiva a criação e o desenvolvimento de oportunidades de negócios entre Brasil e Portugal. O conhecimento de mercado é um insumo crucial para o êxito nas atividades de negócios internacionais.

E o Instituto Brasil Portugal de Direito é uma instituição voltada para o desenvolvimento de atividades jurídico-culturais com o objetivo de estreitar laços entre advogados atuantes do Brasil e Portugal. Através do aperfeiçoamento profissional de seus membros propicia espaço para o intercâmbio de conhecimento, contato e novas oportunidades profissionais e para o incremento daquelas já em andamento. Além da parceria, os associados do FOL terão 10% de desconto nos cursos de pós e nos grupos de estudos do IBPD.

“O IBPD tem em seu portfólio pós-graduações e grupos de estudos em diversas áreas jurídicas, visando uma proposta de atuação no estímulo ao desenvolvimento acadêmico-jurídico entre Brasil e Portugal. Acreditamos firmemente que por meio de importantes parcerias nossa atuação torna-se mais eficaz e com maior qualidade. Assim, temos a certeza de que a parceria com o FOL vai permitir ao IBPD atingir um maior número de advogados brasileiros e estrangeiros que buscam excelentes cursos jurídicos e um maior networking.” Comenta Ricardo Glasenapp, presidente da IBPD.

A empresária Patrícia Lacerda, neta de portugueses, conviveu, desde muito nova, com o dia a dia de um imigrante e os desafios de viver em um país diferente do seu, com novos costumes, crenças e, principalmente, leis. Ao crescer, se tornou advogada de formação e empreendedora por paixão, encontrou no projeto uma maneira de juntar seus amores: sua história, sua carreira de advogada e seu sangue empreendedor. Desde a fundação do Find Out Lawyers precisou começar do zero e olhar para o mercado como um todo, sendo capaz de identificar qual nicho necessitava de auxílio e mesmo com o portal no ar não está sendo diferente. Foi através do estudo constante de mercado que a empreendedora identificou um aumento da imigração de brasileiros e estrangeiros para Portugal e as demandas jurídicas que já existiam anteriormente, naturalmente, aumentaram também.

Siga-nos